EDUCAÇÃO ETNICORRACIAL VANDER

Loading...

segunda-feira, 10 de junho de 2013

LIVRO PRESENÇA INDÍGENA NA CIDADE É DISTRIBUÍDO EM FORMAÇÃO A EDUCADORES/AS



Secretária Cleci (C) participou do evento que ocorrerá até sexta-feira na CCMQ


Foto: Juliane Guez/Divulgação PMPA





Secretária Cleci 

LINK DO LIVRO EM DF
Na quarta-feira, 5, ocorreu a formação e distribuição qualificada do livro “Presença Indígena na Cidade: reflexões, ações e políticas” para docentes de escolas públicas.  O evento ocorreu de 05 a 07 de junho, do corrente, na Casa de Cultura Mário Quintana, sala A2B2, no Centro Histórico. 
A promoção é do Núcleo de Políticas Públicas para Povos Indígenas (NPPPI), da Secretaria Municipal de Direitos Humanos, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Smed). A abertura oficial contou com as presenças da secretária municipal de Educação, Cleci Maria Jurach, e da secretária-adjunta de Povos Indígenas e Direitos Específicos, Karina D’Avila. 
“Esse evento é muito importante para destacar a implementação da Lei 11.645/2008. Além disso, faz com que desmistifique os costumes, ritos e a própria contemporaneidade destes povos”, ressaltou Vanderlei de Paula, assessor de educação das relações étnico-raciais na SMED.  
Durante o encontro, oito dos 19 autores da obra, organizada por Rosa Maris Rosado e Luiz Fernando Caldas Fagundes, debateram assuntos relativos à presença de grupos indígenas em Porto Alegre, mais especificamente das etnias Kaingang, Charrua e Mbyá-Guarani. Os participantes têm ainda a oportunidade de prestigiar apresentações culturais indígenas. 
Além de artigos sobre conflitos e educação para a diversidade, a obra traz ensaio fotográfico do cacique Vherá Poty Benites da Silva, da Aldeia Mbyá-Guarani Pindó Mirin. A ideia foi potencializar o trabalho que já vem sendo desenvolvido nas escolas, na aplicação da referida lei, que trata da inclusão do estudo da História e Cultura Afro-brasileira e Indígena no currículo da rede de ensino no Brasil. 
Na sexta-feira, das 14h às 18h, foi realizada uma visita às aldeias da Lomba do Pinheiro, quando os participantes, por adesão, puderam conhecer as culturas Guarani, Kaingang e Charrua. As escolas que tiveram participantes na formação  receberam um exemplar do livro, que também está disponível na versão digital (e-book) aqui.   

MAT. SITE PREFPOA/SMED

2 comentários:

  1. A formação foi muito boa. Infelizmente, não pude estar em todos os turnos. Parabéns aos organizadores.

    ResponderExcluir